Missões

Comunidade Missionária à Serviço do Povo

Entendendo que a grande missão da igreja como corpo de Cristo não está limitada a fronteiras territoriais, tão pouco ao alcance da igreja local, colocamos em prática o que Jesus nos orienta em Mateus 28:19 – … ide, fazei discípulos de todas as nações.

Sendo assim, temos a clareza de que temos também a responsabilidade de alcançar e evangelizar vidas em outras regiões (sejam elas próximas ou distantes), indo até os confins da terra.  Veja abaixo um resumo de nossa ação missionária, como Igreja Metodista no Bacacheri:

 

Nossa atuação missionária está presente em diversas localidades:

Em cidades da Grande Curitiba e do Paraná – Almirante Tamandaré, Colombo, Tijucas do Sul, estes por meio de Pontos Missionários Locais e Campo Magro como Campo Missionário Regional;

Em cidades da 6ª Região Eclesiástica da Igreja Metodista – Compreendendo os estados de Santa Catarina e Paraná, por meio do projeto Missionário Julho para Jesus;

Em âmbito Nacional – Por meio de parceria com os Projetos Missionários dos Gideões Internacionais no Brasil;

Em países de diferentes Continentes – Peru, na América do Sul. Portugal, Inglaterra e Suiça, na Europa. África do Sul, no continente Africano.

Em Comunidades Terapêuticas – com atuação e acompanhamento pastoral na Casa de Recuperação Mannain e suas casas de apoio.

– Em breve estaremos apresentando aqui cada Ponto Missionário e nossas Parcerias pelo mundo afora.


Testemunho do Projeto Kenya

http://www.metodista.com/kenya1/DSC08812.JPG

A viagem ao Kenya superou todas as expectativas: foi marcante para minha vida e sei que para a vida de todos que estiveram naquele lugar. Na ida tive problemas com “overbook” entre Holanda e Kenya. Mas, após o ocorrido, ganhei um lugar conforto no voo e tive a oportunidade de sentar ao lado de uma pessoa que logo manifestou se sendo não Cristão. Apos varias horas de conversa, Deus deu ali já o nosso primeiro fruto da viagem. No Kenya, ministrei 4 dias em dois eventos diferentes: a conferencia geral e uma reunião com lideres de ministérios espalhados pelo Kenya. Foi muito intenso; creio que ministrei umas 10 horas por dia, durante os 4 dias, e ainda passamos muito tempo juntos antes e depois das ministrações para gerar o máximo de relacionamento com eles. Como mencionei, Deus nos abençoou com muitos frutos; além da igreja que nos recebeu lá, outras 26 denominações decidiram entrar e se organizar em células para avançar e conquistar a África para Jesus.  Tivemos dois momentos de grande avivamento nesta viagem: um quando apos ministrar que “ter um caráter cristão é muito mais importante que habilidades”, o líder daquela igreja pediu a palavra e disse do púlpito que a partir daquele momento era para constar que eles mudariam a forma de consagrar pastores e missionários, e que a partir dali seriam pessoas com o caráter tratado e que brilhassem a luz de Cristo e não só que fossem pessoas com boas habilidades. Outro momento foi na conferência geral, com umas 450 pessoas Deus se revelou àquelas pessoas. Após ler o texto que iria ministrar, Deus me levou a orar e começamos a louvar novamente e as pessoas começaram a ser tocadas por Deus, eu nunca vi nada igual em toda a minha vida! Resumindo não teve a ultima ministração, mas ficamos três horas chorando, clamando e em uma presença que nunca tinha sentido antes. Uma geração de discípulos que fazem discípulos, e que viveram a presença do Senhor foi gerada naquele lugar! Veremos frutos deste momento, igreja e pastores decidindo fazer discípulos; isto é o desejo do coração de Deus! Como sequencia a este movimento que Deus iniciou, me comprometi a trazer pelo menos um pastor de lá para nosso Encontro com Deus aqui em Guernsey, para começarmos a sonhar em realizar um grande Encontro lá no Kenya. O outro passo que também já me comprometi e voltar ao Kenya para ministrar novamente antes de marco do ano que vem. E desta vez iremos ministrar uma segunda vez para estes lideres de denominações e também treinar pastores que vivem em regiões pouco alcançadas e perto de regiões não alcançadas pelo evangelho a entrarem e fazer discípulos. E desta vez pediram para eu levar minha esposa para ministrar às esposas e pastoras de lá, pois já entenderam que o casal deve ser ministrado e tratado junto para a realização da visão. (Isto é uma mudança cultural para eles)  Enfim, foi muito além do que podia pensar e imaginar, e estamos sonhando com a mudança de um país para o Senhor! Oremos pelo fortalecimento daqueles pastores e também por tudo que envolve a nossa próxima etapa e viagem ao Kenya!

No amor grandioso daquele que nos tirou das trevas para proclamar sua maravilhosa Luz,

 

Pastor Luiz Fernando Cardoso

 

 

 

Powered by WordPress | Desenvolvido por: Fabricio Soares